Ep. 43: “Não sei o que gosto”

Neste episódio, falo-te sobre a expressão “Não sei o que gosto” que me é tão familiar. Durante anos, depois de entrar no mercado de trabalho usei-a com bastante frequência. Por muito tempo, o meu grande objetivo profissional era encontrar um trabalho de que gostasse e que me realizasse. E foi preciso muita tentativa e erro para lá chegar.

Mas hoje sei que esta expressão era apenas uma crença que eu tinha e na qual me refugiei.

Por isso, neste episódio falo-te de:

  • Como desconstruir esta crença
  • Como reencontrar a paixão
  • As respostas da nossa infância
  • Listas para acessares as tuas paixões e interesses
  • 2 perguntas poderosas para refletires

Se também tu achas que não sabes o que gostas, este episódio pode ajudar-te a chegares lá.


Ouve o episódio e deixa-te inspirar.

Referências mencionadas no episódio:


Se sentes que o podcast de alguma forma te inspirou, subscreve e partilha. Ajuda-me neste caminho de espalhar inspiração junto de quem quer mudar de vida.

Desejo-te um dia mágico.
Neuza

2 thoughts on “Ep. 43: “Não sei o que gosto”

  1. Adorei esta partilha Neuza! Ultimamente tenho sido invandida por pensamentos de que tenho mesmo de investir no meu futuro profissional na área da fotografia. Contudo, fico com receio de tornar o meu hobbie mais apaixonante num negócio, pois irá acarretar obrigações e chatices, que são inevitáveis num trabalho. Devemos monetizar tudo o que gostamos de fazer? 🙂 Deixo a questão no ar para reflexão. Beijinhos

    1. Olá Beatriz 🙂 Obrigada pelo teu feedback. Creio que a tua reflexão dá para todo outro episódio. Mas respondendo diretamente, e na minha opinião, acho que não devemos monetizar tudo o que gostamos. O que acho é que aquilo que monetizamos devemos gostar. Mas também é importante continuarmos a fazer coisas que gostamos apenas pelo prazer de fazê-las e nada mais. No teu caso em concreto, se esses pensamentos te têm invadido, dá-lhes atenção e pergunta à tua intuição qual é o caminho. Ela sabe sempre. Beijinhos 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *