Liberdade

Quando estava no Peru, fiz um tour até ao Canhão de Colca para ver os famosos condores. Os condores são uma ave lindíssima e para os Incas representam os deuses. O condor tem a capacidade de andar no céu e de descer à terra. Tem por isso uma visão privilegiada sobre o mundo. Nesse dia, quando os condores apareceram e do seu esplendor planaram sob o nosso olhar, eu fiquei extasiada. Ao vislumbrá-los a voar num cenário azul e límpido, senti em mim uma sensação de liberdade incrível.

Creio que já devem ter percebido que a Liberdade é algo mesmo muito importante para mim. E quando decidi fazer a minha viagem pelo mundo, a minha premissa foi viver um ano em plena liberdade, sem quaisquer constrangimentos. Queria sentir que podia fazer o que quisesse, ir para onde me desse na cabeça e seguir o meu caminho para onde o meu coração me mandasse no momento. E assim fiz.

Mas ao longo da viagem, fui percebendo algo bastante interessante. É diferente termos liberdade e sentirmos a liberdade.

Naquele momento, ao observar os condores, senti-me livre, senti-me plena, senti-me cheia de mim. Talvez tenha sido apenas um sentimento empático. Mas a liberdade que aquele pássaro majestoso emanava, repercutiu-se em mim. Como se conseguisse sentir aquilo que ele sentia. Talvez naquele momento, embora imóvel, eu também estivesse ali a planar, a deixar-me ir ao sabor do vento, a saborear os raios de sol e a manifestar intensamente toda a minha essência. Eu estava simplesmente a deixar-me fluir.

Acho que é isso. Sinto-me livre quando me deixo fluir. Quando oiço a minha intuição e me sintonizo com ela.

Talvez tenha sido isso o que mais fiz nesta viagem. Escutei com atenção aquilo que o meu interior me dizia, dei-lhe ouvidos de verdade, segui o rumo que ele me disse que era melhor para mim, deixei-me ir, não pensei muito e senti mais. Explorei os meus cinco sentidos e ouvi o meu corpo. Alinhei-me. Permiti-me ser eu sem medos.

Nunca me senti tão livre na minha vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Transformativa – Early-Bird até 14 Agosto – Inscreve-te >