Os 3 gatilhos para mudar de vida – A Crise

De forma geral, podemos dizer que existem 3 formas por excelência que impulsionam um processo de mudança de vida. Uns mais rápidos que outros, uns mais dolorosos que outros, uns mais conscientes que outros. A verdade é que partindo da nossa vontade ou não, eles existem e têm o poder de fazer-nos dar uma volta de 180º e provocar uma transformação em nós e na nossa vida.

Hoje, vou falar-vos sobre o primeiro gatilho: A Crise. É aquele que até mesma as pessoas anti-mudança não lhe conseguem escapar.

A crise, tal como o nome indica, refere-se a tudo aquilo que nos coloca numa situação de crise. Normalmente, são situações externas ou que nós não controlamos, são bastante dolorosas e acontecem contra a nossa vontade. Por exemplo, um despedimento, uma separação, uma perda financeira, uma doença, uma morte de alguém querido.

São consideradas por nós situações catastróficas, em que nos é puxado o tapete debaixo dos pés e nós caímos redondos no chão. Trazem uma dor imensa, um grande desespero, mas também trazem algo muito positivo que normalmente não damos relevância. Trazem uma grande aprendizagem e um grande crescimento. Forçado, sem dúvida, mas mesmo assim importante.

Eu gosto de acreditar que na vida nada acontece por acaso e, por isso, quando a vida nos coloca perante uma situação de crise é porque é suposto aprendermos alguma coisa e de alguma forma redirecionarmos o caminho. Se soubermos olhar para aquilo que nos acontece de mau e perceber qual a mensagem que podemos captar daí, certamente vamos seguir em frente mais fortes e mais alinhados com quem somos e com aquilo que viemos cá fazer.

Quando reflito sobre este gatilho, não posso deixar de pensar na numerologia. Segundo a numerologia, nós passamos na vida por quatro fases de realização que trazem consigo oportunidades da vida para cumprimos o nosso caminho. No entanto, se não estivermos alinhados com o nosso papel no mundo em cada fase da nossa vida, essas oportunidades vão surgir diante de nós em formato de crise. E vão acontecer-nos coisas menos boas com o objetivo de nos obrigarem a redirecionar para o caminho certo.

Portanto, a bem ou a mal a crise é um verdadeiro gatilho para a mudança e considero mesmo que é aquele que nos faz mudar de vida de maneira mais rápida, devido à sua forte intensidade e impacto.  

Por norma, no momento em que estamos a viver esta mudança “dramática” não temos noção da sua importância e só vemos dor e o lado negro de tudo. Mas depois o tempo passa, as coisas já melhoraram e quando olhamos para trás conseguimos perceber que afinal não foi tudo mau e que essa situação nos trouxe algo de bom.

E vocês, já mudaram de vida devido a uma situação de crise? Conseguiram olhar para ela como uma oportunidade de crescer e construir um caminho mais alinhado? Hoje, quando olham para trás o que sentem? Afinal trouxe algo de bom ou nem por isso?

Nos próximos dois artigos do blog, vou falar-vos dos restantes gatilhos para mudar de vida. Fiquem atentos 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ebook - Como Ganhar Segurança para Mudar de Vida

E-BOOK GRATUITO
COMO GANHAR SEGURANÇA PARA MUDAR DE VIDA

Subscreve a newsletter para receberes o e-book.