A numerologia na minha vida

Se me costumam ler, já devem ter percebido que sou fã da numerologia e hoje decidi falar um pouco mais desta paixão. Na verdade, não sou apenas fã, a numerologia já faz parte da minha vida, já está incutida em mim. É impossível não pensar na influência dos números a cada passo que dou na minha vida.

Descobri a numerologia mais ou menos na mesma altura que decidi fazer a minha viagem pelo mundo. Os números aprovaram tudo. Disseram-me que a viagem estava tão alinhada comigo e com aquele momento da minha vida que certamente tudo iria fluir. É verdade, tudo fluiu. Tudo correu incrivelmente bem e mais do que isso, a cada mês da minha viagem senti perfeitamente a influência dos números em mim e em tudo o que me acontecia. Não foi para mim de estranhar que quando estive no Cambodja me tenham acontecido todas as peripécias e mais algumas (mês 5) ou quando cheguei a Bali me virei para dentro e descobri a minha verdade (mês 7). Em Outubro, comecei a sentir-me em desequilíbrio porque chegou a mim a energia do mês 1 já com influências do novo ano (1). A minha vontade de criar e começar a construir a nova vida que queria para mim disparou. Mas o facto de o ambiente onde estava não me permitir isso, deixou-me em desassossego.

Sempre que olho para trás e cruzo os acontecimentos com os números, tudo bate tão certo que até assusta e isso faz com que seja impossível não os ter em conta. Por vezes, tento não me deixar ficar presa a eles e seguir com decisões que me parecem melhores independentemente da influência numerológica não estar plenamente alinhada. Mas logo depois vem o universo e faz das suas. E obriga-me a fazer as coisas no tempo certo quer eu queira quer não. E, felizmente, já aprendi a aceitar o que o universo traz e a acreditar nas suas razões. Não contrario, escuto-o com atenção e adapto os planos.

Acredito mesmo que se conseguirmos alinhar a nossa essência, a nossa forma de viver, os nossos objetivos e a numerologia, temos em nós uma chave para o sucesso.

Talvez se não fosse a numerologia, eu nunca iria acreditar que tenho em mim o potencial de algo que sempre foi o meu principal desafio. Mas a verdade é que cada vez percebo que isso faz mais sentido, que o meu coração vibra onde nunca pensei que fosse possível. A vida é uma caixinha de surpresas e temos em nós muito mais do que às vezes pensamos.

O desafio é termos a coragem de olharmos bem para dentro de nós e descobrirmos quem realmente somos e o que viemos cá fazer. Para que serve esta nossa passagem neste mundo louco. E se o descobrirmos vamos certamente viver uma vida muito mais completa, plena e feliz.

Por isso, não deixes de descobrir quem és, qual a tua verdade. Acredita que quando o teu lado racional entender a linguagem do teu coração, a sincronia que vais sentir em ti é única e vai tornar tudo mais simples e feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ebook - Como Ganhar Segurança para Mudar de Vida

E-BOOK GRATUITO
COMO GANHAR SEGURANÇA PARA MUDAR DE VIDA

Subscreve a newsletter para receberes o e-book.